Entenda mais: Por que falar de Diversidade, Equidade e Inclusão (DEI)?

05/11/2020

Entenda mais: Por que falar de Diversidade, Equidade e Inclusão (DEI)?

Há algum tempo já se fala sobre Diversidade e Inclusão. Porém, chegou o momento de dar o próximo salto e entender por que não podemos mais falar sobre diversidade e inclusão, sem falar sobre equidade.

Quer receber as novidades e conteúdos da ImpulsoBeta? Se inscreva em nossa newsletter!

O que é diversidade, equidade e inclusão?

Antes de entender como esses conceitos se relacionam, vamos compreender a definição de cada um:

Diversidade - nada mais é do que variedade. A diversidade está presente em todos os âmbitos da nossa vida, mas quando falamos de empresas, diversidade se refere a pessoas com características, backgrounds e formas de pensar diferentes. Vale lembrar aqui que a diversidade nunca é um ponto fixo, ou seja, não é algo que se atinge e fica estática. Diversidade no ambiente corporativo é sempre algo que precisa ser olhada e evoluído - avanços sempre são possíveis.

Inclusão - é a sensação de pertencimento. Apenas a existência de pessoas diversas em uma empresa não significa, necessariamente, que elas se sentindo incluídas naquele ambiente. A inclusão é algo que passa por cultura organizacional, comportamento dos colaboradores e segurança para todos compartilharem (e serem apreciados por) suas ideias.

Equidade - é busca por igualdade através de processos e práticas que entendam que cada jornada é individual. A equidade entende que as pessoas não partem do mesmo lugar e que enquanto alguns começam com vantagens, outros começam com barreiras. Por isso, a equidade é a busca por equilibrar as dinâmicas de poder tentando alcançar justiça.

Um exemplo de ação de equidade é a realização de um Programa de Mentoring para mulheres. Isso porque, tradicionalmente no mercado de trabalho, os homens recebem muito mais suporte de mentores informais, com mais possibilidade de ampliação de sua rede de networking. Dessa forma, um Programa de Mentoring percebe essa diferença de tratamento frente a uma situação concreta e oferece as mulheres a possibilidade de nivelamento de apoio que os homens já receberam informalmente.


Como diversidade, equidade e inclusão se relacionam?

Se pensarmos em um caminho, seria como se a diversidade fosse o começo de uma trilha e o destino dessa trilha fosse a inclusão. Já a equidade, é a trilha em si 😊

Para tornar a diversidade verdadeiramente inclusiva, você precisa de equidade. Sem equidade, você não apenas corre o risco de nunca se mover para o acolhimento e apreciação de todos, mas também o risco de retroceder no progresso que já fez.

Isso porque, quando a diversidade não é trabalhada para se tornar inclusão corremos os ricos de:

  • Ter pessoas diversas que são pressionadas a se encaixar no padrão de comportamento e ideias para serem ouvidas;
  • Ter colaboradores que não tem todo o seu potencial estimulado ou reconhecido porque estão presos a uma estrutura fixa de trabalho que não conversa com vidas pessoais;
  • As pessoas simplesmente irem embora.

E esses são apenas alguns motivos. A diversidade, equidade e inclusão devem formar uma conversa que nunca se encerra. Sempre podemos ser mais diversos, sempre podemos ser mais inclusivos e sempre podemos pensar em estruturas e processos mais equânimes que permitam isso. Que tal trazer o E para suas próximas conversas sobre D&I? 😊

Lembre-se que igualdade é tratar todos da mesma forma. Porém equidade é obter os mesmos benefícios, mesmo que isso signifique que todos recebam um tratamento diferente.