Feliz dia das mulheres!      Conheça os cases das empresas que estão diariamente em busca da igualdade de gênero

07/03/2018

No mês de março é muito comum vermos empresas fazendo eventos em comemoração ao dia internacional das mulheres, mas é importante lembrar que precisamos reconhecer, valorizar e desenvolver mulheres durante todo o ano se buscamos a igualdade de gênero no mundo corporativo.

A semana do dia 8 de Março é muito importante no calendário das mulheres e do mundo corporativo, no entanto o que queremos destacar aqui é o que acontece em todas as outras semanas do ano nas empresas com as quais trabalhamos.

Queremos compartilhar com vocês as histórias das empresas comprometidas com diversidade de gênero que implementam programas de longo prazo e que estão buscando promover uma mudança real em suas culturas.

Quem sabe isso não serve de inspiração para sua empresa também começar a fazer coisas mais consistentes e sustentáveis para atrair, reter e desenvolver seus talentos femininos?

Cummins: Ação estruturada para atrair mais Engenheiras para sua área de produção. O evento teve mais de 200 inscritas sendo 50 selecionadas. Engenheiras da CUMMINS contaram da sua experiência e de como é ser uma engenheira numa empresa que valoriza diversidade.

Bank of America Merril Lynch: Programa de liderança feminina, abordando temas como negociação, networking, estereótipos de gênero, entre outros, focado em desenvolver mulheres que estão nos níveis de média liderança.

BNP Paribas: Programa de mentoring, com quartro turmas, que envolveu mentores executivos e executivas seniores do banco, inclusive a presidente. Oportunidade para mais de 80 mulheres se desenvolverem, focadas nos seus objetivos de carreira e avançarem. Como resultado tivemos o aumento de engajamento, de sentimento de pertencimento, uma maior conexão das mulheres com os valores do banco e um aumento significativo das aspirações de carreira dessas mulheres.


General Motors: Programa de liderança feminina para mulheres top Talent incluindo a participação de seus gestores diretos e líderes da organização. O programa que teve duração de um ano, se estendeu para mulheres da Argentina.

Raízen: A empresa que começou entendendo seu cenário de diversidade com uma pesquisa que envolveu quase 3 mil dos seus funcionários, incluindo presidente e vice-presidentes. Esse ano ouviu do seu grupo de sponsors de diversidade quais eram as  ações prioritárias sobre o tema. Entre elas o treinamento de consultores de RH e time de atração e seleção para eliminação de vieses na hora de contratação. Além disso, seus principais gestores e líderes foram treinados sobre vieses inconscientes em um programa que rodou todas as unidades de produção de açúcar e álcool. A mudança é tão visível que até no anúncio das vagas de emprego é possível notar a inclusão. Um exemplo disponível em um site de vagas de emprego mostra gestor/gestora de operação agrícola. Parabéns para Raízen!


KraftHeinz: Programa estruturado de liderança feminina para suas jovens lideranças, um programa estruturado de liderança inclusiva para seus jovens líderes, conversas com a alta liderança e discussão de todo plano com CEO da empresa. A Kraft envolveu sua liderança no assunto e incluiu diversidade em sua estratégia de negócios.

Falconi: Conversa de aprendizado com Professor Falconi bem como discussão mediada com os sócios para sensibilização e validação de plano de ação sobre igualdade de gênero; Mentoria especializada para time responsável pelo projeto por meio de reuniões bimestrais sobre temas estratégicos; Workshops com lideranças: líderes e gerentes de projetos e Ação de divulgação da iniciativa no Movimento Falconi para então trabalhar em um segundo momento, possíveis ações de manutenção da transformação em diversidade de gênero.

Ogylvi: A agência de publicidade trouxe para discussão o tema de viés inconsciente se envolvendo a discussão de gênero, raça e orientação sexual com seus funcionários.