Participação Feminina em Cargos Públicos

14/11/2018

No Brasil, temos um histórico de representatividade feminina em cargos públicos muito baixo. Há fatores que intensificam essa ausência nas cadeiras de lideranças políticas. Um deles é o estereótipo que essa profissão carrega, em sua maioria os parlamentares e executivos são homens, heterossexuais e mais velhos. Além disso, é esperado uma extrema exposição de sua vida privada, bem como uma atitude positiva em relação a essa invasão de privacidade. Escândalos de corrupção e escândalos de relações interpessoais parecem fazer parte do jogo de poder, rumo a liderança do país. 


No entanto, esse ano, as mulheres obtiveram a maior participação política da sua história. Na Câmara, foram 77 deputadas, um aumento de 51% em relação a 2014 e o número de deputadas estaduais também cresceu 35%.

A matéria do G1 traz os números mais detalhados sobre o crescimento dessa participação. Confira!

É importante que as mulheres ocupem esses lugares públicos, assim será possível desmistificar os cargos públicos quebrando estereótipos e iniciando políticas públicas rumo a igualdade de gênero no Brasil!